Feliz por Nada – Martha Medeiros

Martha Medeiros escreveu “A minha felicidade não é a sua” e me conquistou. E agora vem para dizer que nós podemos ser felizes simplesmente…  Por nada! Aí, o que eu sentia, se tornou amor eterno!
Martha é uma observadora. Daquelas bem minuciosas. E ela transforma tudo em crônicas que nos faz pensar na vida. Aliás, não só pensar. Mas repensar tudo e seguir em frente!
Feliz por nada, lançado em 2011, traz a coletânea de crônicas publicadas nos anos de 2008 a 2011 nos jornais O Globo e Zero Hora. É o tipo de livro para ler na hora do café da manhã para começar o dia com vontade de fazer as coisas diferentes, no ônibus para afastar um pouco a cabeça do engarrafamento, e no final da noite para dormir leve e com bons pensamentos para o novo dia que virá.
O livro esteve na lista dos mais vendidos de 2011-2012. São mais de oitenta crônicas. Complicado escolher as preferidas, mas segue o título de algumas que mais gostei: Dentro de um abraço, Quando Deus aparece, Capturados, A mulher independente e é claro, Feliz por nada.


Mas o bom mesmo é ler o livro completo! :D
>> Leia algumas crônicas no site da Veja
>> Trecho do livro no site da editora L&PM
>> Conheça Martha Medeiros

Onde comprar:

Livraria Cultura

Submarino

Americanas

Jornalista. Casada com a Comunicação Digital. Paquera a Educação na era Digital. Amante da Literatura, Fotografia e Seriados.

'6 Comentários to “Feliz por Nada – Martha Medeiros”'
  1. Nina Dantas disse:

    Ai, eu tenho uma coisa não muito boa com a Martha Medeiros. Gosto de muita coisa que ela escreve, mas antipatizo muito com o jeito de super-mulher que ela tem. Parece que Martha escreve sempre sobre as outras, dando conselhos de quem já superou tudo. Não acho que seja verdade e isso me dá preguiça… Entende? Beijos!

  2. Sandro Caldas disse:

    Adorei o seu blog, adorei! E quando falo isso, acredite que não é força de expressão. De cara já amo blogs que falam sobre literatura e cultura em geral. Mas aí só lendo para saber se é bom ou não…e o seu é! Adorei a dica sobre o livro de Martha Medeiros. Tentarei ler na Cultura, já que ando sem grana para os livros no momento.

    Que tal um dia marcarmos um encontro com os soteropolitanos que fazem parte do Papo Literário?

    Beijos e passe no meu blog. Será uma honra!

  3. Tô adorando Coti, inclusive hj fiz menção dele lá no blog e citei o Subindo no Telhado hehehe

    Bjo e ótima semana!

  4. carla nobre disse:

    Sou suspeita, admiro demais esta auto estima elevada, que segue sem dívida emocional ou rancor pelo mundo! Assim como se admira uma beleza qdo passa, eu como mulher admiro sua alma, que chego a invejar suas crônicas qdo as leio e penso imediatamente : pq não fui eu que a escrevi?

  5. FerNaNdoNaNdo disse:

    É um livro totalmente feminista dos homens e de religião ate a autora no meu ver é uma riquinha falando de coisas que nem sabe ao certo.

    Devia estar escrito na capa RECOMENDADO apenas para mulheres (de preferencia feministas) – tentei mas consegui ler só ate a metade por estes motivos.

Deixe um comentário

Subindo no Telhado - Este blog pertence à Jeniffer Santos e está publicado sob uma Licença Creative Commons.
  • RSS
  • Facebook
  • Google+
  • YouTube